Cirurgia de câncer de pele

Indicação

A cirurgia de câncer de pele é indicada para remover as lesões suspeitas. É a forma mais segura para evitar uma recidiva.

Como é realizada

O primeiro passo, quando se tem uma lesão suspeita de câncer de pele, é a biópsia, que é a retirada de um pequeno fragmento da lesão, o qual é enviado para análise histopatológica para definir o tipo de câncer, a profundidade e a extensão. Definido isso, realiza-se a excisão completa da lesão. A excisão é um procedimento cirúrgico feito por meio do corte da pele ao redor da lesão, permitindo sua retirada.

Em casos de câncer de pele, além da lesão, é removido um pedaço de pele normal ao redor da lesão, chamado “margem de segurança”. A largura desta margem de pele normal removida depende de vários fatores, como o tipo de câncer de pele, tamanho do tumor e sua profundidade. A excisão cirúrgica é o tratamento padrão-ouro para o câncer de pele, ou seja, é sempre a primeira opção para a retirada do tumor, podendo depois ser combinada com outros tratamentos, como a radioterapia ou pomadas imunomoduladoras.

Pós-operatório

Os cuidados são simples, como limpeza local com água e sabonete, uso de pomadas de antibiótico ou até mesmo antibióticos por via oral e curativo. Os pontos são retirados em 7-14 dias, dependendo do local da lesão.