Cirurgia tradicional para orelha rasgada

Para corrigir os rasgos de orelha, a indicação é a lobuloplastia. Na cirurgia, faz-se uma sutura no rasgo com eversão dos pontos, o que proporciona uma cicatriz mais firme. O procedimento é realizado com anestesia local, com duração de no máximo 30 minutos. Não há necessidade de internação.

Pós-operatório

É recomendado que a paciente evite o uso de brincos até que a região cicatrize. Evitar molhar os curativos por 24 a 48 horas e evitar esforço físico por duas semanas. Os pontos podem ser retirados ente 7 a 14 dias após a realização da cirurgia. Quanto aos orifícios dos brincos, orientamos que a paciente espere 3 meses após a cirurgia para refazê-los.

Cirurgia especial – Pardue

Para os pacientes que não querem ficar sem usar os brincos, se forem compatíveis com a cirurgia de Pardue, podem permanecer com os brincos logo após o procedimento. Isso é possível? Como é feito? As bordas da fenda (rasgo) são cortadas, e a epiderme da parte superior do orifício de um dos lados é preservada. Cria-se um retalho com esta porção e este é rodado como um caracol, em direção ao lado oposto, e então suturado com fio de nylon através de ponto interno pela derme da sua extremidade inferior no canto cruento do antigo orifício, formando-se assim um novo pertuito. O fechamento das pontas é feito por sutura simples desde a face anterior do lobo até a posterior.

Os cuidados pós-operatórios consistem em permanecer 7 dias sem molhar, limpar o local duas vezes ao dia com álcool 70 e não deitar em cima da orelha por esse período de cicatrização.