Microinfusão de medicamentos na pele (MMP)

A microinfusão é indicada para diversas patologias dermatológicas, entre elas:

  • Leucodermia solar.
  • Cicatrizes de acne.
  • Rejuvenescimento.
  • Melasma.
  • Queloides.
  • Verrugas.
  • Cicatrizes em geral.
  • Estrias.
  • Alopecia androgenética (calvície).
  • Eflúvio telógeno.
Microinfusão de medicamentos na pele Joinville | Dra. Cássia Farris

Como é realizado o procedimento

É utilizada uma máquina com microagulhas que fazem movimentos de idas e vindas e penetram na pele com profundidade e velocidade controladas pelo dermatologista, injetando a medicação específica durante esse processo.

A microinfusão de medicamentos na pele não é totalmente indolor, mas de forma geral é bem tolerada pelos pacientes. Não é recomendada a utilização de qualquer tipo de anestésico, até porque a dor causada não gera essa necessidade.

A microinfusão de medicamentos na pele geralmente é rápida, podendo durar entre 30 e 40 minutos. O número de sessões varia de acordo com a patologia e a necessidade do paciente, seja para lesões de pele ou cabelos, podendo ser entre uma a dez aplicações. O intervalo entre elas varia de acordo com a indicação para cada caso.

As agulhas provocam microlesões na pele, podendo causar inchaço e vermelhidão que variam de leves a moderados, mas que desaparecem em poucos dias. A formação de pequenas crostas também é um dos possíveis efeitos.

O paciente pode retomar suas atividades diárias imediatamente.

Os cuidados posteriores à MMP são: não manipular a região tratada, evitar exposição solar e aplicar agentes cicatrizantes em caso de orientação médica.