Peeling químico

O peeling químico é indicado para homens e mulheres que buscam o rejuvenescimento facial, pois ele suaviza manchas, rugas, estrias, pele áspera e irregular, marcas de acne e outros tipos de cicatrizes. É um tratamento estético realizado por meio da aplicação de ácidos sobre a pele para retirar as camadas danificadas e promover a renovação da pele.

Pode ser superficial, médio ou profundo, variando conforme a necessidade e indicação médica. No peeling superficial espera-se vermelhidão e discreto inchaço no local, com descamação fina a partir do segundo ou terceiro dia, permanecendo, em média, três dias. O paciente pode voltar às atividades normais nos primeiros dias. 

Peeling químico Joinville | Dra. Cássia Farris

No peeling médio ocorre ardência imediatamente após a aplicação, porém com duração de poucos minutos. Após o peeling, forma-se uma crosta aderente que se solta em média após uma semana. O inchaço permanece por poucos dias e a vermelhidão por 7 a 10 dias.

O tratamento com peeling químico é rápido e traz resultados logo na primeira sessão. Além dos benefícios citados acima, ele reduz a oleosidade da pele, fechando os poros e inibindo o surgimento de cravos e espinhas.

O peeling é considerado um método seguro e eficaz para o tratamento de várias alterações, principalmente para o envelhecimento cutâneo, pelo fato de estimular a regeneração celular e proporcionar aumento de colágeno cutâneo.

Como é realizado o procedimento

Uma limpeza intensa e feita com substâncias específicas é essencial para um bom resultado, pois prepara a pele. Em seguida, o produto é aplicado e deixado na pele pelo tempo que for necessário – cada peeling possui um tempo correto. Alguns causam ardência na pele, deixando-a  vermelha ou marrom nos dias subsequentes ao peeling. Pode levar até seis semanas para que o resultado apareça. Existem alguns cuidados pós-peeling, indicados individualmente para cada paciente e também de acordo com a intensidade do procedimento realizado.